Terça-feira, 13 de Outubro de 2009

confiança

É humilhante sermos enganadas e o nosso casamento acabar devido a uma traição. Não sei se o tempo ajudarã a apagar a raiva e revolta que se sente quando nos dedicámos tanto tempo ao marido, à casa e aos filhos(estes merecem sempre tudo), enquanto este se passeava por outras paragens.

Tempo perdido? Náo! Ficaram os filhos e muitos anos de aprendizagem. Agora vieram os netos; pior para ele que não desfruta das crianças o tempo que gostaria.

Afinal ficou sózinho...pior para ele....mas a humilhação e o desgosto que me causou demorará muito a passar.

Perder a confiança absoluta e total que se tinha numa pessoa que se pensava conhecer...

é brutal.

Espero que o tempo me ajude a sarar esta ferida que ainda está muito aberta. Dedico-me ao trabalho, aos filhoa. aos netos, e também a mim, mas a raiva e a dor ainda náo passaram.

Um conselho a todas as Mulheres. Mesmo que tenham um casamento feliz,  não deixem que nenhuma lambisgóia (leia-se mulherzinha)se atravesse no vosso caminho, porque consegue acabar com um casamento. Atenção às reuniões de trabalho (normalmente são

as "secretárias"). Fiquem atentas e não os deixem muito â solta. Eu deixei o meu por ter confiança e afinal fui enganada.

sinto-me:
publicado por oquenuncavi às 23:27
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Lacra a 20 de Novembro de 2009 às 16:33
Querida, eu nunca passei pessoalmente por uma situação destas, mas também não me casei e nem tenho filhos....ainda sou novita, mais ou menos... De qualquer forma, vi a minha mãe passar por isto. Era eu criança, 10 anos mais nova que os meus dois irmãos, e o meu pai arranjou uma empregada lá para casa, porque a minha mãe andava cansada e trabalhava por turnos, sempre era uma ajuda. A minha mãe devia ter desconfiado de tanta preocupação, mas não o fez. Ele andava com a lambisgóia, eu cheguei a ir de férias com ela, a ficar em casa dela, a minha família chegou a frequentar a casa dela e ela a nossa. Uma altura ela até me perguntou se eu gostava mais dela ou da minha mãe e, na altura, ela passava mais tempo comigo que a minha mãe...é muito triste...O meu irmão mais velho apanhou-os a beijarem-se e passou-se, o meu pai ainda gritou com ele. Eu tinha 7 anos. Ele tinha 21. Saiu de casa e nunca mais se relacionaram. A minha mãe descobriu e perdoou e foram anos até aos meus 18 anos para por travão ao descalabro. Não só continuou a andar com ela como lhe comprou casa e carro para ela e outro para a filha.Eu sou pela minha melhor amiga. Tive vergonha, mas é meu pai e amo-o. A minha mãe separou-se judicialmente mas ele disse que se matava se o obrigassem a sair de casa.Depois fez ameaças de índole financeira,ela tinha assinado uns papéis e ele tinha umas dívidas...Ficaram juntos, ele parece ter atinado, mas a minha mãe sofreu muito e todos sofremos muito com isso. Hoje a empresa que ele tinha está praticamente falida, têm o que a minha mãe lutou para ter, uma luta pouco participada por ele que hoje também usufrui de tudo. Ainda assim não a critico. Talvez ela tenha medo de ficar sem ele. Também me parece que ele gosta dela, ou serei eu que quero acreditar que sim. Só queria dizer-lhe uma coisa que já disse à minha mãe: nós, filhos, não merecemos todo esse sofrimento por uma hipotética família feliz. Preferia ter visto a minha mãe feliz a saber que ela suportou mais de 20 anos calada para nos manter "felizes". Quando o quis deixar, ele levou tudo ao limite e ao desespero, já só se tinham aos dois. Hoje já só são eles e os netos. Desculpa o desabafo enorme, mas só queria dar toda a força e dizer que todos podemos ser enganados... beijo enorme


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15
16

17
18
19
21
22
23

24
25
27
28
29
30

31


.posts recentes

. SEM MEDO

. Desculpa

. Incerteza

. viver despenteada

. Bolo de chocolate

. DIETA

. SAUDADES

. a minha filha

. confiança 2

. confiança

.arquivos

. Janeiro 2010

. Novembro 2009

. Outubro 2009

.tags

. todas as tags

.favorito

. SEM MEDO

. SAUDADES

blogs SAPO

.subscrever feeds